Confederação Empresarial insta criação do Banco de Desenvolvimento da CPLP - Plataforma Media

Confederação Empresarial insta criação do Banco de Desenvolvimento da CPLP

Na abertura da primeira Cimeira de Negócios da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), o presidente da Confederação Empresarial dos países-membros, Salimo Abdula, instou os governos do bloco a acelerarem o processo da criação de um Banco de Desenvolvimento, para facilitar o financiamento de projetos.

Salimo Abdula defendeu que o Banco de Desenvolvimento da CPLP “será uma ferramenta que passará a apoiar projetos bons de pequeno, médio ou grande porte, ultrapassando, assim, a dificuldade de acesso ao financiamento que muitas vezes tem um elevado custo nos países da comunidade”.

Para minimizar e facilitar a resolução de conflitos entre os estados-membros, propôs ainda a criação de um tribunal de arbitragem. Na defesa deste modelo, aponta que apesar de unidos pela mesma língua e interesses económicos, o “tribunal traria mais eficácia para dirimir litígios entre empresários da comunidade”, acrescentando ainda que o projeto já se encontra em fase avançada. Foi constituída uma missão que está a trabalhar afincadamente no tema e já produziu várias propostas de documentos e elaborou um questionário com perguntas que visam definir um modelo ideal para a construção do referido tribunal arbitral”, reiterou Salimo Abdula.

O secretário-executivo da CPLP, Francisco Ribeiro Telles, aproveitando o facto da abertura da cimeira ter coincidido com o Dia Mundial da Língua Portuguesa, referiu que a língua comum entre os países do bloco deve servir de ferramenta para o desenvolvimento da comunidade.

“A língua portuguesa esteve na génese criação e é matriz identitária da CPLP, permanecendo, até hoje, como um pilar fundamental e um elemento congregador, de todos os países e povos que a partilham. A língua, a cultura, a história e uma vivência comum continuam a unir-nos e a possibilitar que juntos projectemos um futuro cada vez melhor para os nossos povos com mais mobilidade, por oportunidades, mais cooperação, desenvolvimento e laços de amizade mais fortes”, indicou.

A primeira cimeira de negócios da Confederação Empresarial da CPLP decorre sob o lema: Juntos somos mais fortes e fazemos o mundo avançar.

Related posts
AngolaSociedade

FLEC-FAC preocupada com silêncio da CPLP sobre província angolana de Cabinda

EntrevistaLusofonia

CPLP deve consolidar sentimento de pertença entre lusófonos

EntrevistaTimor-Leste

Timor-Leste ampliou relevância mundial da CPLP

AngolaCabo Verde

Ministros fazem acertos sobre presidência da CPLP

Assine nossa Newsletter