Liga quer que clubes tenham acesso ao dinheiro dos fundos europeus

Liga quer que clubes tenham acesso ao dinheiro dos fundos europeus

Liga estima perdas de entre 276 milhões de euros e 362 milhões de euros no setor

A Liga de clubes quer que os clubes portugueses de futebol tenham acesso às verbas do Mecanismo Europeu de Recuperação, que tem um valor total de 15,3 mil milhões de euros e vai chegar ao país ao longo dos próximos seis meses.

Apesar de já terem acessos aos fundos de emergência de 400 milhões de euros, atribuídos pelo Estado Português devido à pandemia – uma ajuda que terminou em setembro -, a diretora executiva da Liga, Susana Rodas, defende em declarações à TSF que, é “expectável ter uma linha de apoio”.

O dinheiro desse mecanismo deve, defende, ser distribuído “na proporção do que os setores contribuem para o PIB e para a economia, quer numa lógica de exportação”, quer numa lógica da contribuição para as atividades de formação, atividades para crianças e na “projeção da marca de Portugal no mundo”.

Os orçamentos portugueses, que “já são mais baixos do que os orçamentos das equipas internacionais com que disputamos competições”, nota a diretora, enfrentam agora uma desvantagem maior porque, nos outros países “as sociedades desportivas estão a ter apoios a nível de empréstimos, com garantias dos próprios países, e apoios das federações e ligas, que são muito superiores às nossas, também por terem receitas muito superiores”.

Leia mais em TSF

Artigos relacionados
DesportoSociedade

Quebra de receitas já ascende a 276 milhões de euros no futebol profissional em Portugal

Desporto

Guarda-redes Tom King marca golo a 96,01 metros e entra no Guiness Book

DesportoPortugal

Braga elimina Benfica e está na final da Taça da Liga

BrasilDesporto

À frente de City e PSG, Palmeiras na vice-liderança dos melhores clubes do mundo em 2020

Assine nossa Newsletter