IURD recusa-se a devolver 10% dos 700 milhões recebidos pela instituição religiosa - Plataforma Media

IURD recusa-se a devolver 10% dos 700 milhões recebidos pela instituição religiosa

A porta-voz da Igreja Universal do Reino Deus, Ivone Teixeira, reiterou, ao Jornal de Angola, que a IURD não vai devolver sequer 10 por cento dos 700 milhões de kwanzas, transferidos às contas daquela instituição religiosa, em época de “Fogueira Santa”, no ano de 2016, que serviriam para resolver os problemas espirituais que assolavam o cidadão Adriano Gaspar e sua família

Ao responder o questionário enviado pelo Jornal de Angola, Ivone Teixeira explicou que “o alegado valor supostamente doado à igreja nunca foi transferido, e que a IURD está à disposição da justiça para esclarecer a situação e repor a verdade”.

Ivone Teixeira disse que a Igreja solidariza-se com o lesado e sobretudo as crianças expostas, mas não reconhece a transferência do montante anunciado pelo lesado. A porta-voz da IURD lembrou que, em 2017, Adriano Gaspar doou, à Igreja Universal do Reino de Deus, em época de “Fogueira Santa”, uma vivenda com vários compartimentos e uma piscina, no município de Viana, em Luanda, bem como uma viatura de marca Land Cruizer, que a Igreja já restituiu.

Leia mais em Jornal de Angola.

Artigos relacionados
AngolaSociedade

Polícia detém supostos pastores da IURD por furto em Angola

AngolaSociedade

Empresário angolano falido acusa IURD de o ter burlado em 700 milhões de kwanzas

AngolaSociedade

Bispos da IURD condenados em Angola por desobediência à Polícia

AngolaSociedade

Procuradoria de Angola fecha três templos da IURD no Cuando Cubango

Assine nossa Newsletter