Mulher de vice de Covas muda versão e agora diz que não se lembra de violência doméstica - Plataforma Media

Mulher de vice de Covas muda versão e agora diz que não se lembra de violência doméstica

Declaração foi feita ao jornal O Estado de S.Paulo; semanas atrás, à Folha, ela afirmou ter dito ‘coisas que não são reais’.


Regina Carnovale, mulher do vereador Ricardo Nunes (MDB), candidato a vice de Bruno Covas (PSDB), mudou sua versão sobre denúncia de violência doméstica contra o marido e disse agora não se lembrar de ter feito um boletim de ocorrência policial sobre o tema —caso revelado pela Folha.

Semanas antes, em carta impressa e assinada, Regina afirmou à reportagem que havia dito no boletim de ocorrência coisas que não são reais.

A nova versão de Regina foi dada em entrevista nesta quinta-feira (26) ao jornal O Estado de S. Paulo. “Não me lembro de feito aquele boletim de ocorrência”, disse ao jornal. “Não sei se apagou da minha memória porque eu estava muito nervosa.”

“Mas eu não me recordo de ter ido até a delegacia fazer um B.O. contra ele. Se eu tivesse ido até uma delegacia, eu iria lembrar do delegado, de quem me atendeu, enfim.”

Regina deu entrevista ao jornal ao lado do marido, que também falou sobre outro boletim de ocorrência policial, registrado por ele contra ela.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Artigos relacionados
BrasilPolítica

Bruno Covas e Guilherme Boulos disputam segunda volta em São Paulo

BrasilSociedade

Perfeito de São Paulo é diagnosticado com coronavírus

Assine nossa Newsletter