Federação francesa tenta regresso dos tenistas em quarentena no US Open

Federação francesa tenta regresso dos tenistas em quarentena no US Open

Os jogadores em causa são Kristina Mladenovic, Richard Gasquet, Adrian Mannarino, Grégoire Barrère e Edouard Roger-Vasselin, que se mantêm em total confinamento nos quartos de hotel

A Federação Francesa de Ténis (FFT) e as autoridades do país estão a tentar garantir a autorização para o regresso dos tenistas em quarentena e proibidos de deixar os Estados Unidos, depois da participação no US Open.

“Estamos em cooperação e colaboração com as autoridades diplomáticas do nosso país, com o Ministério dos Negócios Estrangeiros e com a representação francesa nos Estados Unidos, que estão a discutir com as autoridades locais a autorização para o regresso ao território nacional dos jogadores”, explicou, no dia de hoje, o presidente da Federação, Bernard Giudicelli.

Em 30 de agosto, Benoît Paire, 22.º tenista do ranking mundial e 17.º cabeça de série do torneio, foi afastado do segundo major da temporada, por estar infetado com o novo coronavírus, e a organização traçou imediatamente uma linha de relações próximas do francês dentro da bolha de Flushing Meadows, onde está a decorrer o US Open.

Leia mais em O Jogo

Artigos relacionados
Sociedade

Vacinas para bebés da Pfizer e Moderna são examinadas por especialistas nos EUA

ChinaPolítica

Escola em Hong Kong busca voluntários para se confinar antes de visita de Xi Jinping

Sociedade

A dura batalha na OMC para liberar as patentes das vacinas contra a covid

Sociedade

OMS defende investigação à teoria de acidente na origem da covid-19

Assine nossa Newsletter