Mais transportadoras aéreas estrangeiras retomam o serviço para Xangai - Plataforma Media

Mais transportadoras aéreas estrangeiras retomam o serviço para Xangai

A KLM Royal Dutch Airlines retomou os voos de passageiros do Aeroporto Schiphol de Amsterdão para Xangai na quarta-feira, após o alívio das restrições de viagem pelo governo chinês.

Estes voos são adicionais aos transportes de carga iniciados a 20 de abril para o transporte de suprimentos médicos.

Os voos para a China continental foram suspensos no início de fevereiro devido à COVID-19. Atualmente, a KLM opera um voo semanal para Xangai, com escala em Seul, nos voos de ida e volta.

Além da KLM, outras companhias aéreas estrangeiras, como Air New Zealand, Delta, United Airlines, Air France, Lufthansa, Swissair, Aeroflot e Turkish Airlines também retomaram os voos para aquela cidade.

A Finnair também retomou os seus serviços entre Helsinquia e Xangai na quinta-feira passada. E outras companhias aéreas, tais como a Etihad Airways, anunciaram datas para reinício das suas operações.

Os passageiros com destino à China devem apresentar resultados negativos a testes COVID-19 antes do embarque, segundo a Autoridade de Aviação da China, pois o Governo procura reduzir o risco de casos de coronavírus importados inerentes ao aumento de viagens internacionais.

Os testes de ácido nucleico devem ser efetuados até cinco dias anteriores ao embarque, informou a Administração de Aviação Civil da China em seu website. Os testes devem ser realizados em instituições designadas ou reconhecidas pelas embaixadas chinesas nos países de origem.

Leia mais em inglês em Shanghai Daily.

Este artigo está disponível em: English

Assine nossa Newsletter