Putin recebe delegação russa que irá à Olimpíada sem bandeira nem hino - Plataforma Media

Putin recebe delegação russa que irá à Olimpíada sem bandeira nem hino

Mais de 330 atletas disputarão sob a sigla do Comitê Olímpico Russo.

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, recebeu atletas russos a caminho da Olimpíada de Tóquio no Kremlin nesta quarta-feira (30), desejando-lhes medalhas e prometendo proteger seus direitos, já que devem competir sem bandeira nem hino por causa de sanções impostas ao país por doping.

Os atletas russos estão proibidos de competir em grandes eventos internacionais, inclusive a Olimpíada, com a bandeira e o hino russos até o final de 2022. Mais de 330 russos estarão em Tóquio sob a sigla “ROC”, Comitê Olímpico Russo.

“Os direitos e interesses de seus atletas precisam ser protegidos de quaisquer arbitrariedades, inclusive de decisões que países individuais estão tentando impor em todo o mundo, muito além de suas jurisdições nacionais”, disse Putin aos atletas na cerimônia no Kremlin. “Peço aos colegas de organismos especializados que prestem atenção especial a isto”.

“Toda a Rússia estará torcendo por vocês. Desejo a vocês grandes vitórias, e uma competição honrosa e justa.”

A proibição, imposta inicialmente pela Agência Mundial Antidoping (Wada), mas mais tarde reduzida para dois anos após uma apelação, visa punir Moscou por fornecer a autoridades antidoping dados laboratoriais adulterados que poderiam ter ajudado a identificar infratores.

“Aconteceu de termos que nos apresentar sem a bandeira russa, sem o hino russo que poderíamos cantar alto e em uníssono”, disse Svetlana Romashina, do nado sincronizado, na cerimônia. “Mas o mais importante é que torcedores russos e torcedores de todo o mundo saibam qual país representamos.”

Related posts
DesportoPortugal

Pedro Fraga e Afonso Costa vão à repescagem nos Jogos Olímpicos

DesportoMundo

Jogos de Tóquio começam com protocolos rígidos e medo da pandemia

Desporto

Organização pede ao público para evitar assistir ao vivo à maratona

Desporto

Comité Olímpico Internacional permite manifestações sociais e políticas dos atletas

Assine nossa Newsletter