Novak Djokovic e Diego Schwartzman na final do ATP Masters 1000 de Roma - Plataforma Media

Novak Djokovic e Diego Schwartzman na final do ATP Masters 1000 de Roma

O tenista sérvio Novak Djokovic e o argentino Diego Schwartzman vão disputar a final do ATP Masters 1000 de Roma, que no setor feminino terá como protagonistas Simona Halep e Karolina Pliskova, que defende o título.

Num jogo no qual voltou a evidenciar instabilidade emocional, com discussões com o árbitro e inclusivamente linguagem imprópria, Djokovic, líder do ‘ranking’ mundial, vai disputar a 10.ª final nos últimos 13 anos em Roma, tendo vencido quatro e perdido a de 2019 para Rafael Nadal.

Para chegar ao jogo decisivo, venceu Casper Ruud, 34.º do ‘ranking’ ATP, o primeiro norueguês nesta fase de um Masters 1000, por 7-5 e 6-3.

Djokovic, de 33 anos, vai defrontar o argentino Diego Schwartzman’ que nunca chegou a uma final, conseguindo-o após bater o canadiano Denis Shapovalov, que jamais ganhou um torneio desta categoria, por 6-4, 5-7, 7-6 (7-4).

Número 15 do mundo, Schwartzman tinha afastado nos quartos de final o espanhol Rafael Nadal, segundo da hierarquia, e que venceu em Roma nas duas últimas edições.

Karolina Pliskova, quarta atleta mundial, afastou a compatriota Marketa Vondrousova por claro 6-2 e 6-4, e agora vai lutar pelo 17.º título na carreira.

Já Simona Halep, que perdeu as finais de 2017 e 2018, ambas frente à ucraniana Eline Svitolina, venceu a espanhola Garbine Muguruza por 6-2, 4-6 e 6-4.

Este será o 12.º embate entre Halep e Pliskova, sendo que a romena venceu sete e a checa quarto.

Assine nossa Newsletter