Política

Governo é acusado de perseguir activistas

Governo da Nobel da Paz, Aung San Suu Kyi, em Myanmar (antiga Birmânia), continua a perseguir, intimidar e deter activistas e defensores dos direitos humanos, quatro anos depois de chegar ao poder, denunciou, ontem, a Amnistia Internacional.