Sociedade

Macau sem capacidade para grandes sismos, diz investigadora

A investigadora Ágata Dias alerta para a necessidade de Macau ter capacidade para responder a abalos sísmicos de maior intensidade. No dia em que Macau registou um tremor de terra de magnitude 2.2, a geóloga da Universidade de São José (USJ) observa que no caso da Torre de Macau "esse problema está resolvido", porque "tem capacidade de resistir a um sismo de magnitude 7", mas que o mesmo não acontece com grande parte dos edifícios no território.