Pub

Acusação

Vigílio Tyova fez "negócio consigo mesmo e usurpou competências do MATRE"

O actual governador provincial do Cunene está a ser acusado de se ter apropriado de um terreno com cerca de 17.887,50 metros quadrados localizado no bairro Tchioco, arredores da cidade do Lubango. Quando desempenhava as funções de Administrador Municipal da capital huilana, vigílio da ressurreição Bernardo Adriano Tyova celebrou contrato de concessão de direito de superfície com a Administração Municipal do Lubango

Partilhar