Pub

Pequim

Continente africano precisa da experiência da China

Os países africanos precisam de inspirar-se na experiência de revolução tecnológica da China, defendeu, em Beijing, o zimbabweano e docente da Universidade de Westminster, do Reino Unido, Wiston Mano, quando falava sobre "A nova disputa digital em África por gigantes globais da tecnologia - desafios e respostas", na Conferência Internacional sobre a Nova Rota da Seda, dirigida a académicos e jornalistas dos Países Africanos de Língua Portuguesa (PALOP), entre os quais angolanos.

Partilhar