Pub

Suspeitas de prática dos crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, branqueamento de capitais e falsidade informática. Estes são os crimes em causa no processo, designado pelo Ministério Público de "Operação Fizz", num dos casos que mais expectativa criou na justiça portuguesa, não somente pela dimensão jurídica mas também pelo consequente envolvimento político de dois países. Este julgamento, que começou a 22 de janeiro deste ano, chegou a colocar em risco as relações entre Portugal e Angola.

Partilhar