Pub

Há mil milhões e quatrocentos mil dólares disponibilizados pelo Governo chinês que não estão a ser usados para a conclusão da obra. Por cada mês de atraso, Angola poderá ter de pagara um milhão USD e já lá vão seis meses. A construtora está de mãos atadas e tece de desmobilizar pessoal e meios. Oficialmente, do Ministério dos Transportes OPAÍS obteve apenas silêncio.

Partilhar