Pub

O primeiro-ministro timorense, Taur Matan Ruak disse hoje que cabe à polícia e à justiça investigar o caso de um padre norte-americano suspeito de abusos de crianças num orfanato que geria no enclave de Oecusse-Ambeno. "Deixa a justiça tomar conta. O processo está a andar. Tenho muito respeito por isso. E deixo que a policia e a justiça tomem conta do assunto", disse hoje aos jornalistas no Palácio Presidencial depois do seu encontro semanal com o chefe de Estado.

Partilhar

Notícias (48)

  • <
  • Pág 1 de 5
  • >