S. Cristiano Ronaldo e os cocktails Molotov de Luanda

Luanda vivia na tarde de terça-feira uma situação complicada, com as redes sociais a pegar fogo, o mesmo que ardia numa das suas mais importantes artérias, a do Rocha Pinto, ou 21 de janeiro. Desta vez o bombeiro foi, imagine-se, Cristiano Ronaldo, lá bem de longe. Eu conto tudo, tim tim por tim tim.

Leia mais em Diário de Notícias

Relacionadas

Exclusivos