Universidade identifica navio que pode ser responsável por vazamento de óleo

Voluntários trabalham na retirada do óleo que atinge o nordeste brasileiro na Praia de Itapuama, em Pernambuco

Voluntários trabalham na retirada do óleo que atinge o nordeste brasileiro na Praia de Itapuama, em Pernambuco

  |  Leo Motta/Estadão Conteúdo

Acompanhamento via satélite mostra que embarcação partiu de um país asiático em primeiro de julho.

A Universidade Federal de Alagoas (Ufal) informou neste domingo, 17, ter identificado um navio que seria responsável pelo vazamento de óleo no litoral do Nordeste. O nome da embarcação e a sua bandeira não foram divulgados, mas não se trata de nenhuma das cinco apontadas pela Marinha como as principais suspeitas pelo derramamento. O cargueiro teria partido da Ásia em direção à África.

O coordenador do Laboratório de Análise e Processamento de Imagens de Satélites (Lapis) da Ufal, Humberto Barbosa, afirmou que os dados coletados serão encaminhados ao Senado Federal no próximo dia 21, quando haverá uma audiência pública da comissão externa que acompanha as investigações.

Leia mais em Band.

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG