Unicef alerta: 1,6 milhões de crianças precisam de ajuda urgente

Children from the Castigo village in Tica region looking on near their destroyed house after the passage

Children from the Castigo village in Tica region looking on near their destroyed house after the passage of cyclone Idai in Tica, in the province of Sofala, central Mozambique, 26 March 2019. Reports state that some 1.7 million people are said to be affected across southern Africa. TIAGO PETINGA/LUSA

  |  LUSA

A Unicef alertou que pelo menos 1,6 milhões de crianças afetadas pelo ciclone Idai precisam urgentemente de cuidados de saúde, nutrição, água e saneamento, expressando especial preocupação com os mais de 130 mil menores que permanecem deslocados.

"Pelo menos 1,6 milhões de crianças precisam de assistência urgente ao nível dos cuidados de saúde, nutrição, proteção, educação, água e saneamento. Qualquer interrupção prolongada no acesso a serviços essenciais pode levar a surtos de doenças e picos de subnutrição, a que as crianças são especialmente vulneráveis", alertou em comunicado a Unicef, Fundo das Nações Unidas para Infância.

A Unicef Portugal angariou um milhão de euros de donativos que já foram transferidos para o Fundo de Emergência para Moçambique, sublinhando a "generosidade dos portugueses" neste processo, enquadrado no apelo de emergência de 107 milhões de euros para o apoio humanitário feito pela organização.

Leia mais em TSF

Relacionadas

Exclusivos