Suspensa equipa médica que contaminou criança angolana

A criança foi contaminada no Hospital Josina Machel, em Luanda

A criança foi contaminada no Hospital Josina Machel, em Luanda

O secretário de Estado da Saúde fez saber que a comissão de inquérito que está a trabalhar no processo, em sintonia com a família da vítima, já submeteu o caso às autoridades judiciais, de forma a responsabilizar os culpados pela transfusão de sangue contaminado com VIH a uma menor de sete anos de idade.

Está suspensa a equipa médica que no dia 17 de Outubro efectuou a transfusão de sangue contaminado com VIH à criança de sete anos no Hospital Josina Machel, segundo informações do secretário de Estado para a área da Saúde, Leonardo Inocêncio. Segundo o responsável, a comissão de inquérito que está a trabalhar no processo, em sintonia com a família da vítima, já submeteu o caso às autoridades judiciais do país, de forma a avaliar o que realmente se passou naquele dia. A menina deu entrada ao hospital Maria Pia no dia 10 de Outubro com dores de dentes e uma inflamação na bochecha.

Posteriormente a exames complementares, concluiu-se que a criança também estava com anemia, o que resultou em baixa hemoglobina. De seguida, o pai, sendo do mesmo grupo sanguíneo, no dia 12 predispõe-se a doar sangue. No entanto, apesar de o progenitor ter feito a doação no dia 12, a transfusão viria a acontecer apenas no dia 17, mas com um outro sangue que já estava havia muitos dias no hospital e infectado com o VIH. Leonardo Inocêncio fez saber que, a serem provadas as culpas, caberá depois aos órgãos de justiça proceder à responsabilização criminal de todos os envolvidos. "A equipa foi suspensa por uma medida cautelar.

Leia mais em O País

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG