Sindicatos fazem greve geral para pressionar Piñera a aprofundar reformas sociais

Sindicatos fazem greve geral para pressionar Piñera a aprofundar reformas sociais

DR

Mobilização na capital chilena reuniu 80 mil pessoas, de acordo com o governo.

Com barricadas em chamas em vários pontos de Santiago e uma grande marcha em uma avenida na região central da capital chilena, uma greve geral convocada por uma centena de organizações sociais reuniu milhares de pessoas nesta terça-feira (12) para pressionar o governo a aprofundar as reformas sociais.

Leia mais em Folha de S.Paulo.

Relacionadas

Exclusivos