Seca e fome colocam mais de 70 mil famílias em risco

Seca e fome colocam mais de 70 mil famílias em risco

Problema cíclico da seca no sul de Angola coloca mais de 70 mil famílias camponesas em risco alimentar na província do Cuando Cubango.

O Governo angolano reconheceu a situação de emergência vivida pelas populações camponesas da província de Cuando Cubango, uma das mais afetadas pela seca no sul de Angola, decidindo aprovar apoio alimentar a cerca de 70 mil famílias.

A garantia foi deixada pelo secretário de Estado para a Reinserção Social, Lúcio do Amaral, após encontro com as autoridades da província para avaliar a situação de seca na região, que está a deixar milhares de pessoas sem comida, noticia a Vatican News.

Para além de Cuanda Cubango, a seca está a afetar de forma severa as províncias de Huíla, Namibe e Cunene. O executivo angolano aprovou já um Plano de Ação de Emergência no valor de três milhões de kwanzas para a província do Cunene.

Relacionadas

Exclusivos