Premium Sara pretendeu sempre matar o seu bebé, diz a juíza que a mantém presa

Bebé foi encontrado no lixo 15 horas depois de ter nascido

Bebé foi encontrado no lixo 15 horas depois de ter nascido

  |  DR/INEM

"Colocou-se de cócoras, fazendo força por forma a expelir o bebé, o que aconteceu, caindo o mesmo ao chão, após o que o ouviu chorar". Leia aqui os 28 pontos do acórdão que mantém na prisão a mulher que deitou ao lixo um bebé recém-nascido.

Sara Patrícia, 22 anos, cabo-verdiana sem-abrigo a viver numa tenda nas imediações da discoteca Lux Frágil, em Lisboa, deu à luz uma criança na noite de 5 de novembro. Eram 2 horas da madrugada e a mulher decidiu ficar sozinha e ter a criança na rua.

Após o parto - "o bebé apresentava-se gelado, totalmente despido, coberto de sangue" -, meteu-o num saco de plástico e colocou-o no interior de um ecoponto nas traseiras da discoteca. Depois regressou à tenda, lavou-se, mudou de roupa e dormiu até ao meio-dia.

Leia mais em: Jornal de Notícias

Relacionadas

Exclusivos