Quebra de turistas, despedimentos e pousadas fechadas

Seguidor mostra o seu apoio ao médium João de Deus

Seguidor mostra o seu apoio ao médium João de Deus

Prisão de médium João de Deus tem afugentado visitantes da pequena Abadiânia (GO), onde ele costumava atender.

Onde antes havia uma profusão de fiéis e turistas vestidos de branco, há ruas em grande parte vazias, lojas com anúncios de promoção e pousadas com portas fechadas. A prisão do médium João Teixeira de Faria, conhecido como João de Deus, tem afugentado visitantes da pequena Abadiânia, cidade no interior de Goiás onde o médium costumava realizar atendimentos espirituais.

Até então, o município recebia por mês cerca de 10 mil fiéis em busca de orações e cirurgias do "João curador" - número equivalente a quase metade do total de seus 19.614 habitantes. Agora, a quantidade de visitantes é incerta. Desde a última semana, quando surgiram as primeiras denúncias de abuso sexual que teriam sido cometidos pelo médium, o número de turistas no local tem registrado forte queda.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Relacionadas

Exclusivos