Províncias anunciam a produção de quase dois milhões de toneladas

Governadora do Bengo (à direita) incentiva camponeses para a campanha em que produzem cerca de um milhão

Governadora do Bengo (à direita) incentiva camponeses para a campanha em que produzem cerca de um milhão de toneladas

  |  Jaimagens

As colheitas combinadas do Bengo, Huíla e Cuanza-Norte no ano agrícola 2019-2020 atingem 1.988.711 de toneladas, de acordo com estimativas anunciadas pelas autoridades das três províncias na sexta-feira, quando foram realizados actos formais de abertura da campanha, que decorre entre Outubro e Março.

As previsões da colheita no Bengo situam-se em 960 mil toneladas durante o ano agrícola, envolvendo cerca de 138 mil hectares e 25 mil famílias, declarou, no município de Bula Atumba, a governadora provincial.

Mara Quiosa acrescentou que o ano agrícola decorre sob o lema "Desafio da produção agropecuária e florestal como garante da segurança familiar", com a famílias envolvidas na campanha a receberem cerca de 70 toneladas de sementes de milho e feijão, bem como 200 mil estacas de mandioca, alfaias e pequenos instrumentos de trabalho como catanas, enxadas e outros inputs agrícolas.

Leia mais em Jornal de Angola.

Relacionadas

Exclusivos