Piloto derramou café nos comandos e avião fez aterragem de emergência

Um voo transatlântico que fazia a ligação entre Frankfurt, na Alemanha, e Cancún, no México, foi forçado a desviar para a Irlanda, depois de um piloto ter entornado uma chávena de café nos comandos do avião. O incidente aconteceu num Airbus A330 operado pela companhia aérea Condor, a 6 de fevereiro, mas só agora se soube a razão do desvio.

O piloto de 49 anos de idade, com mais de 13 mil horas de experiência de voo, tinha consigo no cockpit uma chávena de café sem tampa, que lhe foi dada pela tripulação. Acidentalmente, derrubou-a nos controlos do avião, que estava já sobre o Oceano Atlântico, com 11 tripulantes e 326 passageiros, revela um relatório da Agência de Investigação de Acidentes Aéreos do Reino Unido, agora divulgado.

Parte do líquido derramado foi parar ao painel de controlo de áudio, que sobreaqueceu, produzindo fumo e um cheiro intenso no cockpit. Os danos causados no sistema criaram "uma dificuldade significativa de comunicação com a tripulação do voo" e forçou a equipa de pilotos a usar máscaras de oxigénio. Segundo a investigação, o equipamento ficou tão quente que um dos botões no painel de controlo derreteu, o que levou o piloto a declarar emergência e aterrar na Irlanda.​​​​

Leia mais em Jornal de Notícias.

Relacionadas

Exclusivos