Pessoas endinheiradas estão no tráfico de drogas

A droga foi apreendida em vários pontos de entrada em Angola

A droga foi apreendida em vários pontos de entrada em Angola

A Polícia suspeita que "pessoas endinheiradas" estejam envolvidas no tráfico de drogas no país, revelou, ontem, em Luanda, o director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Ministério do Interior, numa acto de incineração de 856 quilos de cocaína, no aterro sanitário, no Mulenvos de Cima, em Viana.

O comissário Waldemar José, quando respondia a uma pergunta sobre se há ou não dirigentes políticos no tráfico de drogas, afirmou não haver e adiantou que existem suspeitas de envolvimento de "pessoas endinheiradas".

Na incineração da cocaína, acto presenciado pelo segundo comandante-geral da Polícia Nacional, António Maria Sita, e por membros da Interpol no país, o comissário Waldemar José informou que a droga destruída foi apreendida no Aeroporto Internacional "4 de Fevereiro", em Luanda, em portos e zonas fronteiriças.

O director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Ministério do Interior acentuou que indivíduos, dos 16 aos 20 anos, são os que mais transportam dorga para o país, principalmente provenientes do Brasil.

Leia mais em Jornal de Angola

Relacionadas

Exclusivos