Passaporte vai custar quatro salários mínimos, mas portugueses não pagam

Passaporte vai custar quatro salários mínimos, mas portugueses não pagam

EPA/MIGUEL GUTIERREZ

Portugal tem desde 9 de outubro e até final do ano uma política de 'custo zero' nos atos consulares na Venezuela para cidadãos que comprovem ter a nacionalidade portuguesa

Os venezuelanos que queiram ter um passaporte novo vão ter de pagar quatro salários mínimos. O governo de Nicolás Maduro anunciou esta semana que a emissão de um documento novo vai custar 18 mil bolívares soberanos (84,21 euros), quando o salário mínimo é de 4500 bolívares soberanos (21,05 euros). E mesmo uma renovação vai custar dois salários mínimos. Uma medida que vai deixar muitos cidadãos sem acesso a novos passaportes, num país que atravessa uma profunda crise económica e onde milhares de pessoas têm migrado, mas que para já não vai afetar os emigrantes portugueses e lusodescendentes.

Leia mais em Diário de Notícias.

Relacionadas

Exclusivos