Papa eleva Díli a arquidiocese e cria nova província eclesiástica

Igreja de Motael, em Díli

Igreja de Motael, em Díli

  |  D.R.

O Papa Francisco criou a Província Eclesiástica de Díli, em Timor-Leste, e nomeou o bispo de Díli, Virgílio do Carmo da Silva, como primeiro arcebispo metropolitano, anunciou hoje o Vaticano.

Segundo o boletim da Santa Sé, a nova Província Eclesiástica de Díli abrange as dioceses de Díli, Baucau e Maliana, que têm mais de 1,2 milhões de católicos e 110 sacerdotes diocesanos, distribuídos por 62 paróquias.

Nascido em Venilale há 51 anos, o salesiano Virgílio do Carmo da Silva foi ordenado padre em 1998 e foi nomeado bispo de Díli em 2016.

A partir de agora passa a ser o arcebispo da arquidiocese-sede da Província Eclesiástica de Díli.

De acordo com a agência Ecclesia, a decisão do Papa Francisco segue-se à criação da diocese de Maliana, em 2010, e da Conferência Episcopal Timorense, aprovada pela Santa Sé em março de 2012.

O líder da Igreja Católica recebeu os bispos timorenses no Vaticano em 2014.

A diocese de Díli foi criada em 1940, autonomizando-se de Macau.

Em 1976, após a invasão indonésia, Díli passou para a tutela direta de Roma e em 1996 foi criada a diocese de Baucau.

Relacionadas

Exclusivos