Novo balanço aponta para 144 desalojados e 104 pessoas retiradas de casa

Coimbra

Coimbra

  |  LUSA

A Proteção Civil de Portugal registou desde quarta-feira mais de 9500 ocorrências devido ao mau tempo, estando 144 pessoas desalojadas, e sendo de momento a situação mais crítica a da subida do rio Mondego.

Segundo o comandante Pedro Nunes, em declarações este sábado aos jornalistas na Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, em Carnaxide (Oeiras), o "Mondego é a situação mais complexa que se vive no país" com os caudais a atingirem valores críticos.

Estão a decorrer evacuações para prevenir os efeitos de eventuais cedências de diques.

Leia mais em Jornal de Notícias

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG