Malnutrição matou 164 pessoas no Bié

Falta de informação nutricional remete à condição de vulnerabilidade muitas pessoas no Bié

Falta de informação nutricional remete à condição de vulnerabilidade muitas pessoas no Bié

Ao todo, 164 pessoas, entre crianças e adultos, morreram, na província do Bié, por falta de alimentação adequada, revelam dados do relatório do primeiro semestre da Unidade Especial de Nutrição.

A supervisora provincial do programa de nutrição, Edna Nilsa Mendonça, considerou preocupante o índice de mortalidade por malnutrição, tendo em conta que se observou um aumento de 14 mortes em relação a igual período de 2017. Edna Mendonça realça que, este ano, foram assistidos 1.249 pessoas, entre adultos e crianças.
Deste número, foram recuperadas 772, 130 abandonaram o tratamento e 29 foram transferidas para a unida-de central, por se encontrarem em estado de desnutrição avançado.

Leia mais em Jornal de Angola

Relacionadas

Exclusivos