Mais de 90% dos jovens navegam na internet

Mais de 90% dos jovens navegam na internet

Cerca de 169 milhões de menores na China, ou seja 93,7% do total, tinham acesso à internet até 31 de julho de 2018, de acordo com um estudo, agora, divulgado pelo 'Diário do Povo'.

O estudo, conduzido em conjunto pelo Comité Central da Liga da Juventude Comunista da China e pelo Centro Chinês para Informações da Rede da Internet na China, abrangeu 31.158 estudantes de escolas primárias e secundárias em todo o país com idades entre os seis e os 18 anos.

Entre os entrevistados que vivem em áreas urbanas, 95,1% têm acesso à internet, enquanto a percentagem nas áreas rurais chega aos 89,7%.

Através da utilização da internet, cerca de 87,4% dos entrevistados desenvolvem atividades de aprendizagem, enquanto 68,1% ouvem música e 64,2% jogam.

Quanto ao tempo que estão ligados ligados diariamente o estudo mostrou que, 76,4% dos entrevistados gastam menos de duas horas na internet em média por dia, enquanto cerca de 13,2% ficam online mais de três horas por dia.

Em termos de dispositivos, 92% dos entrevistados disseram que navegam na internet através da utilização de telemóveis, a opção mais popular.

Ao mesmo tempo, quase 16% afirmaram ter sofrido ciberbullying ou assédio online, enquanto mais de 30% disseram ter sido expostos a conteúdos online nocivo relacionados com violência, pornografia, jogos de azar e drogas.

Após a análise do estudo, as entidades envolvidas pediram uma regulação mais rígida do ciberespaço para uma melhor proteção dos direitos dos menores na internet, e instou os departamentos responsáveis a realizar ações concretas, bem como as empresas da internet, nomeadamente ao nível da elaboração de medidas para garantir a segurança dos jovens internautas e evitar o vício na internet.

Relacionadas

Exclusivos