Jornais diminuem em Cuba por falta de papel

(Arquivo) O jornal do governante Partido Comunista de Cuba e outros da ilha irão reduzir suas edições

(Arquivo) O jornal do governante Partido Comunista de Cuba e outros da ilha irão reduzir suas edições a partir desta sexta-feira por falta de papel

O jornal do governante Partido Comunista de Cuba e outros da ilha irão reduzir suas edições a partir desta sexta-feira por falta de papel - uma medida similar à ditada por Fidel Castro no começo da crise econômica da década de 1990.

"Devido às dificuldades com a disponibilidade de papel jornal no país, as edições do jornal Granma nas quartas e sextas-feiras, assim como os semanários Granma Internacional, Trabajadores, Orbe e Opciones, serão reduzidas de 16 para 8 páginas, a partir de sexta-feira", relatou nesta quinta "o órgão oficial" do Partido (PCC, único).

O texto destacou que o Juventud Rebelde, outro jornal de âmbito nacional, "circulará aos domingos com sua paginação habitual e deixará de circular aos sábados", enquanto "outras publicações em série (...) também terão sua circulação afetada".

Leia mais em ISTOÉ.

Relacionadas

Exclusivos