Jeffrey Epstein, o milionário abusador que fugiu à justiça com a morte

Jeffrey Epstein, o milionário abusador que fugiu à justiça com a morte

Jane Rosenberg / Reuters

Acusado de tráfico de menores com objetivos sexuais, o milionário norte-americano Jeffrey Epstein foi encontrado pendurado na cela da prisão nova-iorquina onde aguardava julgamento. Incorria em pena perpétua.

Metroplitan Correctional Center, Manhattan, 6.30 horas locais, 11.30 horas em Portugal continental. O corpo, "inanimado", pende, inerte. A morte é declarada pouco depois num hospital de Nova Iorque. À segunda tentativa, o milionário acusado de escravizar sexualmente dezenas de adolescentes conseguiu o seu intento: Jeffrey Epstein acabou com a vida este sábado, a tempo de não ser julgado por um crime que nega, mas que abalou a alta roda da finança norte-americana e salpicou muito boa gente.

Leia mais em Jornal de Notícias

Relacionadas

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG