Inundações em Veneza ameaçam Basílica de São Marcos

A cidade italiana habituou-se a viver com a subida do nível das águas que ocorre todos os invernos, mas este ano as cheias foram maiores do que o habitual e estão causar, para além dos transtornos no quotidiano veneziano, danos numa das pérolas do património italiano.

A cota da água atingiu os 127 centímetros e invadiu, entre outros locais, a nave da Basílica de São Marcos causando danos nas colunas e paredes do edifício. Entre as zonas mais afetadas do santuário, construído no século XI, estão o Batistério e a Capela Zen. É a sexta inundação no interior da Basílica desde que o edifício atual foi construído, há quase 1.000 anos. O alarme foi lançado pelo engenheiro Pierpaolo Campostrini, curador da Basílica.

Depois de a água ter atingido os 70 cm no interior do templo, o engenheiro afirmou que há tentativas de "limitar os danos, se não em todas as zonas, pelo menos nas mais sensíveis".

Leia mais em TSF

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Exclusivos