Supermercado é obrigado a indenizar grávida que urinou na roupa por não poder ir ao banheiro

Walmart é condenado a indenizar grávida impedida de ir ao banheiro durante o expediente

Um tribunal condenou a Walmart Brasil a pagar R$ 5 mil de indenização por danos morais a uma ex-funcionária grávida que urinou na roupa por não poder ir ao WC

O aumento do volume de líquido circulando pelo corpo acelera o trabalho dos rins e faz com que a gestante tenha mais vontade de fazer xixi. Além disso, o peso do bebê pressiona a bexiga pra baixo e amplia a vontade de ir ao banheiro toda hora.

Imagine, então, ser impedida de ir ao banheiro e acabar se urinando durante o expediente.

Foi o que ocorreu com uma gestante de Capão da Canoa, no Rio Grande do Sul.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Relacionadas

Exclusivos