Premium Superfungo alastra e põe autoridades de saúde em alerta

Candida auris já provocou surtos em hospitais de vários países, incluindo Espanha. Por cá, ainda não há casos confirmados.

Identificado pela primeira vez em 2009, no Japão, tem vindo a espalhar-se silenciosamente pelo Mundo. Não é uma superbactéria, mas um superfungo que dá pelo nome de Candida auris e que está a deixar as autoridades de saúde em alerta. Altamente resistente aos tratamentos existentes e de contágio rápido, o Candida auris já provocou surtos em vários países e preocupa pela virulência: cerca de metade dos doentes infetados morrem.

Dos Estados Unidos à Ásia passando pela Europa, há casos confirmados em mais de 30 países. Em Espanha, em abril de 2016, um surto num hospital de Valência atingiu 409 pacientes, dos quais 87 desenvolveram infeção. Cerca de 40% morreram, mas o hospital diz que não é possível estabelecer a relação direta porque sofriam de várias patologias graves. Por enquanto, Portugal, Irlanda e Itália são exceções na Europa Ocidental, revela o último relatório do Centro de Prevenção e Controlo de Doenças (CDC) norte-americano, de 30 de abril. Mas até quando?

Leia mais em Jornal de Notícias

Relacionadas

Exclusivos