População de 3,5 milhões vive em cidades com barragem de risco

Relatório da Agência Nacional de Águas classifica 45 reservatórios como vulneráveis

Cerca de 3,5 milhões de pessoas vivem em cidades brasileiras onde estão localizadas barragens com risco de rompimento. O número representa aproximadamente 2% da população do país.

Relatório da ANA (Agência Nacional de Águas) divulgado no fim do ano passado, com informações de 2017, apontou que 45 estruturas do tipo apresentavam falhas estruturais. Elas estão espalhadas por 13 estados e mais de 30 municípios.

Leia mais em Folha de S.Paulo

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Exclusivos