Lula, Palocci e Paulo Bernardo viram réus na Justiça Federal do DF

Lula com os à época ministros Paulo Bernardo e Antonio Palocci, em Brasília, em 2006

Caso envolve a delação da Odebrecht e linha de crédito para bens e serviços em Angola.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e os ex-ministros petistas Antônio Palocci Filho e Paulo Bernardo viraram réus em uma ação em que são acusados de terem recebido propina da Odebrecht. A denúncia feita pelo Ministério Público Federal foi aceita nesta quarta-feira (5) pelo juiz federal Vallisney de Souza Oliveira, da 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal.

Os três são acusados de terem praticado corrupção passiva por aceitar, segundo o Ministério Público, R$ 64 milhões da Odebrecht em 2010. O dinheiro seria uma contrapartida ao aumento da linha de crédito para financiamento da exportação de bens e serviços Brasil e Angola, cuja autorização teria sido à época de R$ 1 bilhão.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Relacionadas

Exclusivos