Lei do crowdfunding permite branqueamento de capitais. E não apenas na greve dos enfermeiros

Vai ser impossível saber quem financiou a greve dos enfermeiros. Procuradoria-Geral da República alerta para perigos da lei do crowdfunding, uma legislação aprovada em 2015 por todos os partidos no Parlamento.

O parecer pedido pelo Ministério da Saúde ao Conselho Consultivo da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre a greve dos enfermeiros arrasa não apenas a forma como foi feita e financiada a paralisação que adiou 8 mil cirurgias, mas também a lei sobre o chamado crowdfunding.

O texto lido pela TSF é claro a dizer que nestas operações de financiamento colaborativo "é possível que ocorram donativos que integrem práticas ilícitas, como o branqueamento de capitais ou concorrência desleal".

Leia mais em TSF.

Relacionadas

Exclusivos