Jornalista do Financial Times proibido de entrar em Hong Kong

Victor Mallet

As autoridades de Hong Kong impediram a entrada ontem à noite na região de Victor Mallet, editor do Financial Times após já terem decido no mês passado não renovar o visto de trabalho ao jornalista.

O jornal de Hong Kong South China Morning Post escreve que Mallet viu recusada a entrada na cidade após ter sido questionado durante quase quatro horas pelos Serviços de Imigração. O jornalista, que procurava entrar em Hong Kong com um visto de turista, foi inquirido sobre os motivos da sua visita e pormenores relativos aos encontros que iria ter. Numa mensagem de texto citada pelo matutino da antiga colónia britânica, Mallet confirmou que lhe foi negada entrada, acrescentando que não lhe tinha sido dada nenhuma justificação para tal de decisão.

Florence Changy, presidente do Clube de Correspondentes Estrangeiros de Hong Kong (FCC) disse ao jornal que esperavam que Mallet, participasse numa reunião da direção do clube marcada para amanhã. Mallet deveria formalizar a sua demissão do cargo de primeiro vice-presidente do FCC.

Victor Mallet, que desempenhava as funções de editor para a Ásia do Financial Times, moderou em agosto uma palestra no FCC em que orador convidado era Andy Chan, líder de uma formação política independentista que poucas semanas depois foi proibida pelas autoridades. A realização do evento esteve envolta em polemica, suscitando uma forte condenação por parte das autoridades chinesas.

Relacionadas