Human Rights Watch denuncia estigma e discriminação a crianças albinas em Moçambique

Crianças albinas em Moçambique

A Human Rights Watch (HRW) denunciou hoje casos de discriminação e estigmatização a crianças portadoras de albinismo na província de Tete, alertando para as consequências psicológicas da rejeição de albinos naquela província do centro de Moçambique.

"As crianças que vivem com o albinismo na província central de Tete são amplamente discriminadas, estigmatizadas e frequentemente rejeitadas na escola, na comunidade e, por vezes, pelas suas próprias famílias", lê-se num relatório daquela organização não-governamental, divulgado hoje.

Além do estigma e discriminação, segunda a HRW, há casos de crianças albinas na província de Tete que não possuem material escolar adequado, principalmente os menores com problemas de visão.

Leia mais em Diário de Notícias.

Relacionadas

Exclusivos