Guterres alerta: "Salvar o Pacífico é salvar o planeta inteiro"

Secretário-geral da ONU destacou a emergência climática global e diz que "riscos são todos demasiado reais"; António Guterres visitou durante a semana a Nova Zelândia e as ilhas Fiji, Tuvalu e Vanuatu.

No final da visita ao Pacífico Sul, o secretário-geral da ONU disse que durante a semana testemunhou "em primeira mão os impactos da mudança climática nos Estados insulares" da região.

António Guterres lembrou que estes países "contribuem muito pouco para a emergência climática global e, no entanto, são os que estão sendo mais afetados". O português que lidera as Nações Unidas destacou que para alguns deles, "a mudança climática é agora uma ameaça existencial."

Guterres passou pela Nova Zelândia e pelas ilhas Fiji, Tuvalu e Vanuatu. Em Tuvalu, nomeadamente, visitou uma área inundada pela subida do nível do mar, onde encontrou várias famílias que estão com as suas casas ameaçadas.

Para o secretário-geral "os riscos são todos demasiado reais". Na avaliação que realizou, Guterres destacou que" vilas inteiras estão a ser transferidas, meios de subsistência destruídos e as pessoas estão a sofrer com doenças relacionadas com estas alterações climáticas".

Guterres acrescentou que "o que é notável nesses países é que, enquanto enfrentam este enorme desafio, decidiram que não vão desistir."

O chefe da ONU apontou, ainda, que estes países estão "determinados a encontrar soluções e a desenvolveram formas de aumentar a sua resiliência e adaptação" e que "lideram o caminho na redução de emissões e são um exemplo que o resto do mundo deve seguir."

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Exclusivos