Gestão do INEA já provocou duas prisões preventivas

A Procuradoria Geral da República (PGR) decretou, ontem, a prisão do ex-director do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA), Joaquim Sebastião, e de Fançoni Matias da Costa Júlio, por pesarem sobre ambos fortes suspeitas de que terão lesado o Estado.

Os investigadores decidiram detê- los, com a anuência do procurador junto do Serviço de Investigação Criminal (SIC), depois de interrogarem por várias horas Joaquim Sebastião. Afastado do cargo no início de Dezembro de 2010 pelo então ministro da Construção e Urbanismo, Fernando Alberto de Lemos da Fonseca, Joaquim Sebastião foi na Quarta-feira surpreendido na sua residência, em Talatona, por um grupo de mais de 10 efectivos do SIC com um mandado de apreensão e busca.

Leia mais em O País.

Relacionadas

Exclusivos