Estudantes e MEC medem forças em 2º dia de protestos

Manifestantes contra os cortes no orçamento da educação realizam ato na tarde desta quinta-feira (30), no Largo da Batata na zona oeste de São Paulo

Apesar de menos numerosos, atos são expressivos em SP e em outras cidades

Manifestantes voltaram às ruas pela segunda vez neste mês de maio em protesto contra bloqueios de verbas para a educação no país pelo governo Jair Bolsonaro (PSL).

O Ministério da Educação, em nota disseminada em redes sociais, pediu à população que denunciasse professores, servidores, funcionários, alunos e pais de alunos que promovessem manifestações em horário escolar. Na véspera, o ministro Abraham Weintraub havia dito que estudantes estavam sendo coagidos por professores a protestar.

Leia mais em Folha de S. Paulo.

Relacionadas

Exclusivos