Dinheiro da Lava Jato banca reforma em escolas e cria fundo anticorrupção

Dinheiro apreendido pela Polícia Federal em maio de 2017 na Operação Patmos

Investigação aposta em 'legado permanente' e refuta crítica de excesso de protagonismo, prometendo governança aos recursos.

De uma joalheria para uma escola em São Gonçalo (RJ). Esse foi o atípico percurso feito no ano passado por recursos recuperados na Operação Lava Jato - e que deverá ser seguido por outros milhares de euros, dólares e francos suíços em breve.

Leia mais em Folha de S.Paulo.

Relacionadas

Exclusivos