Ataques de jacarés fazem nove mortos no rio Cunene

Desde o início do ano os ataques de jacarés já causaram a morte a nove pessoas no rio Cunene, na região da comuna do Mulondo, província da Huíla.

O administrador da localidade, Zeca Mupinga. contou à Angop, os ataques de jacarés são frequentes e, entre janeiro e maio, vitimaram 16 pessoas, na sua maioria crianças e mulheres, dos quais não sobreviveram nove.

A mesma fonte indicou que foram criados cercos de arbustos no rio para que os jacarés não alcancem as áreas frequentadas pelas pessoas e que estão a ser realizada ações de sensibilização nas comunidades sobre os cuidado a ter junto ao curso do rio.

Mas não são só os jacarés que estão a provocar algum sobressalto nas comunidades rurais daquela região, onde residem cerca de 30 mil pessoas. Segundo o administrador, as manadas de elefantes provenientes do Parque Nacional do Bicuar e que buscam alimento, estão a causar prejuízos nos campos agrícolas.

Relacionadas

Exclusivos