Após 6 horas de silêncio, Bolsonaro define tragédia em Suzano como 'monstruosidade'

Criticado por demora, presidente se pronunciou após declarações do vice e de ministros.

Após mais de seis horas de silêncio, o presidente Jair Bolsonaro lamentou na tarde desta quarta-feira (13) a morte de oito pessoas em uma escola estadual em Suzano, cidade no interior de São Paulo.

Em mensagem nas redes sociais, ele definiu a tragédia como monstruosidade e covardia e prestou condolências aos familiares das vítimas do ataque a tiros.

Leia mais em Folha de S. Paulo

Relacionadas

Exclusivos