Angelina Jolie pede ajuda para garantir direitos de 20 mil crianças venezuelanas

A atriz e embaixadora do Alto Comissariado das Nações Unidas para as Migrações alerta que a Colômbia, o Peru e o Equador precisam da ajuda da comunidade internacional para responderem à crise de refugiados.

A estrela de Hollywood Angelina Jolie apelou neste sábado à comunidade internacional para que esta assegure mais apoio aos três países sul-americanos que mais migrantes têm recebido de uma Venezuela em crise, afirmando que há 20 mil crianças daquele país que correm o risco de ficarem sem direitos básicos de cidadania.

Jolie falava na Colômbia, na qualidade de enviada especial do Alto Comissariado das Nações Unidas para as Migrações (UNHCR), no âmbito de uma viagem de dois dias em que tem encontros marcados com migrantes venezuelanos naquele país e com o presidente da Colômbia, Ivan Duque, em Cartagena.

Leia mais em Diário de Notícias

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Relacionadas

Exclusivos