África do Sul transformada numa ampla "zona de guerra"

Suspeitos de assalto detidos pela polícia na Cidade do Cabo

Os dados sobre a criminalidade na África do Sul, divulgados esta semana pelo ministro da Polícia deixam perceber que o país, tal como ele próprio diz, está transformado numa ampla "zona de guerra", onde 57 pessoas são diariamente assassinadas.

As taxas de criminalidade na África do Sul são absolutamente preocupantes, revelando uma subida de 6,9 por cento no último ano, o que equivale a uma média de 57 homicídios por dia.

Quem o disse, esta semana, foi o próprio ministro da Polícia, Bheki Cele, que comparou o seu país a uma ampla "zona de guerra".

Segundo as estatísticas que ele divulgou durante um encontro no parlamento com deputados, um total de 20.336 pessoas morreram nos últimos 12 meses até Março, o que significa um aumento de 6,19 por cento em relação ao ano passado. Entre Abril de 2016 e Março de 2017, ocorreram 19.016 assassinatos que correspondem a 52 mortes por dia.

Leia mais em Jornal de Angola