Homem suspeito de praticar actos médicos sem licença

Homem suspeito de praticar actos médicos sem licença

Um homem de 44 anos, do interior da China, morreu há um mês, depois de ter sido visto por um indivíduo que operava sem licença de médico num apartamento na Areia Preta. De acordo com a autópsia, a morte não foi causada pelo tratamento dado pelo homem que não era profissional de saúde registado.

O caso foi revelado esta noite em conferência de imprensa dos Serviços de Saúde. As informações foram mais tarde complementadas pela Polícia Judiciária (PJ).

Segundo comunicado dos Serviços de Saúde, a vítima foi acompanhada "por um familiar a uma consulta médica numa fracção autónoma, e no dia seguinte, devido a uma indisposição física foi encaminhada para o hospital para tratamento onde, apesar dos esforços clínicos e manobras de reanimação, foi declarada a morte".

Leia mais em TDM - Rádio Macau.

Veja mais em TDM - Canal Macau.

Exclusivos